Bahia vai explorar Vanádio

A assinatura de um empréstimo no valor de U$110 milhões (Cento e dez milhões de dólares) vai permitir à Vanádio de Maracás Ltda, empresa ligada ao grupo canadense Largo Resources Ltda (Largo Mineração), um passo fundamental para a implantação do projeto para exploração do vanádio, no município de Maracás, localizado na região sudoeste da Bahia.

O projeto é em parceria com a Companhia Baiana de Pesquisa Mineral – CBPM, que é a detentora dos direitos minerais das áreas.

A exploração desse depósito mineral dará uma visibilidade técnica, econômica e social muito grande à Bahia, tanto no cenário nacional quanto no internacional, pois transformará o estado no principal fornecedor de ferro-vanádio do Brasil, produto atualmente essencial em diversos segmentos da indústria siderúrgica.

O início da implantação do projeto aconteceu em 2007, com trabalhos de sondagens complementares e realização dos estudos de impactos ambientais e de pré-viabilidade, tendo a Licença de Localização (LL) sido obtida em 2010.

O vanádio é um mineral usado em aços (tem como objetivo aumentar a resistência e reduzir o seu peso) e, principalmente, na indústria aeroespacial, mas também como catalisador nas indústrias de petróleo e gás (tubulações), na ferroviária, e em ferramentas manuais e materiais cirúrgicos. Sua comercialização é feita através do ferro-vanádio (FeV), que é um sólido não tóxico e que deverá ser produzido pela empresa a partir de 2012.


Fonte: Tribuna da Bahia

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui