Aumento do número de voos no verão pode ampliar os transtornos

Porto Seguro – Quase um mês após A TARDE denunciar o caos no Aeroporto Internacional de Porto Seguro devido às obras de reforma e ampliação que se arrastam desde janeiro do ano passado, os problemas só pioraram.

E as expectativas não são promissoras. O prazo para término das obras era novembro deste ano, foi adiado para dezembro e agora a estimativa se estendeu para junho de 2011.

Com a chegada da alta estação, a previsão é que haja aumento de 16% do número de voos no terminal que tem capacidade para 48 voos diários e nos finais de semana chega a registrar 70.

Os motivos de aborrecimentos dos usuários estão em toda parte. A espera por um transporte na saída do terminal tem sido feita ao relento, sem nenhuma cobertura para se proteger do sol e da chuva que costuma ser forte durante o mês de dezembro. Isso sem contar o barulho de serras elétricas, martelos e trabalhadores gritando.

Essa situação tem sido vivida constantemente pelo engenheiro civil Paulo Henrique Costa, 47, que passa pelo local uma vez por semana. “Ainda bem que agora não está chovendo. Entendemos que ela é necessária. Mas acho que deveria haver mais respeito para com os usuários. Não é oferecido nenhum tipo de conforto aqui”, disse Costa, que mora em Salvador.

E não só usuários do terminal que estão insatisfeitos. Empresários, taxistas e comerciantes também se queixam. “Em dia de chuva, o turista chega e se molha. Não podemos fazer nada, ouvimos reclamações e também tomamos chuva”, disse o aerotaxista João da Cruz Vieira, 45 anos. “E ainda tem essa estrada de acesso esburacada. Poderiam pelo menos passar uma máquina e deixá-la lisa”, sugeriu.

O dono de uma lanchonete que funciona no aeroporto e que preferiu não ter o nome divulgado, disse que quando chove tem entrado água em seu estabelecimento. “Ninguém está preocupado com nós aqui”. Porém o transtorno maior, diz ele, é para usuários é nos finais de semana, quando há cerca de 70 voos.

Fonte: Mário Bittencourt / A Tarde

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui