As lições de Autran Dourado

Ramiro Guedes

 altAS LIÇÕES DE AUTRAN DOURADO

Dono de uma prosa limpa e lúcida, Autran Dourado jamais abriu mão de uma opinião singular, partida de suas próprias lucubrações: “escritor é aquele que escreve com dificuldades”. Por isso, quando esse humílimo escriba é chamado a publicar, corre imediatamente e lê Fernando Pessoa.

A vontade (ou veleidade?) passa imediatamente.

O EDITORIAL DA FOLHA

Quando sentiu que o impeachment de Dilma não são aqueles favas contadas, a Folha, imediatamente, fez o que mais gosta. Primeiro, negou que sempre foi a favor do impeachment. Segundo: sugeriu a renúncia de Dilma e Temer, por julgar que nenhum deles tem condições de governabilidade.

Para a folha, quem deve governar?

RESPOSTA FIRME

Temer, com aquela pose de mordomo draculiano, nada respondeu ao editorial da folha. Dilma, imediatamente, avisou que nem vem que não tem: não renuncia. A Folha, com a mesma bravura com que defendeu a ditadura, está indignada com a presidente.

Falta agora o jornalão nomear um Frias presidente.

OLIMPÍADAS TEIXEIRENSES

Há quem esteja gozando o Secretário de Esportes, Fernandão, por esse falar em Olimpíadas ou jogos olímpicos de Teixeira. A ideia do secretário é de fazer os Jogos teixeirenses, culminando esses com a chegada da Tocha Olímpica. Mas, para os eternos sabichões (pois eles sabem tudo e são donos da verdade), os jogos da cidade não podem ser chamados de olímpicos, porque terão esportes estranhos às Olímpiadas, como queimada e outros. Ora, nos primórdios gregos das Olímpiadas, os atletas se apresentavam pelados. Hoje, se vestem. Havia também jogos que hoje não existem mais. O que se quer fazer em Teixeira é uma comemoração paralela e para isso está sendo feita uma aliteração no nome, um chiste de comparação ou, como dizem os franceses, uma boutade.

Mas cada um é dono de seu mau humor, daí…

OLIMPÍADAS

Antes não, mas como sou airosamente bipolar, mudei de opinião e fico torcendo para que as Olimpíadas se acertem e se tornem um sucesso, como os estrangeiros avaliaram a Copa do mundo. O exterior gostou da Copa, o Brasil, não e não foi apenas pela sapatada que levou da Alemanha. O mundo inteiro elogiou a organização do mundial, os brasileiros, não. Será o que o nosso Nelson Rodrigues chamou de complexo de vira-latas do Brasil?

Latas é que não faltam, dignidade, sim.

TEMPO DE PAZ

Por mais que haja inconsequentes gostando desse clima de ódio que hoje perpassa o Brasil, é preciso falar e promover a ideia da paz. Não podemos criar um clima de palestinos e judeus, povos irmãos que se nutrem por um ódio secular. O Brasil precisar ser maior que o ódio e resolver suas crises com maturidade.

Juízo é sempre bom.

ZÉ ALVES

Escondido aqui no Extremo Sul, vive um grande cantador, Zé Alves. Fiel a suas origens musicais, Zé toca e canta música regional da melhor qualidade. Também é declamador e sua interpretação de Viola Quebrada é de fazer chorar. Vai estar no espaço de cultura, na Festa da cidade.

Grande Zé.

EXPOSIÇÃO

Em breve, o Departamento de Cultura estará levando mais uma exposição de um artista plástico teixeirense para o Patiomix. O artista, dessa vez, será o médico Stanislaw Sierspieski. Quem não conhece a obra do ARTISTA Stanislaw, vai se surpreender. O médico e o ser humano todos conhecem e admiram.

O artista vai mostrar sua arte.

CYNARA NOVAES

A poetisa Cynara Novaes está publicando seu mais novo livro de poesias. O lançamento será no IFA, 5ª feira, dia 7 de abril, às 19 h.

Quem quiser conhecer, essa é a poesia na formas mais pura.

DO TÚNEL

“Um mundo totalmente virtuoso não conseguiria subsistir um minuto.” (Marquês de Sade)

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui