Alcobaça: Filhos de mulher que se fingiu de morta em crime são localizados

Homem invadiu casa, matou marido da vítima e levou dois filhos do casal.

5 pessoas são suspeitas, entre elas, dono de fazenda onde ocorreu o crime.

Os dois filhos da mulher que se fingiu de morta para escapar de um atentado na zona rural de Alcobaça, no extremo sul da Bahia, foram encontrados na tarde desta quarta-feira (30), em abrigo de Teixeira de Freitas, cidade a cerca de 64 km do local. Cinco pessoas são apontadas como suspeitos de praticar o ato, inclusive um vaqueiro que é dono da fazenda onde ocorreu o crime.

Segundo a delegada Rosângela Santos, responsável pela investigação, a mesma pessoa que invadiu a casa da vítima e matou o marido dela foi quem deixou as crianças no abrigo. Depois, as crianças foram transferidas para o Conselho Tutelar de Alcobaça.

“As crianças estão bem e não tem nenhum machucado. O suspeito ainda não apareceu aqui [delegacia] para esclarecer as acusações. Outras quatro pessoas estão envolvidas no crime e elas serão indiciadas por duplo homicídio, sequestro e formação de quadrilha”, afirma. De acordo com a polícia, a mãe passa bem.

Histórico do caso

Um homem invadiu a fazenda da família da vítima, na tarde de terça-feira (29), matou o seu marido e levou os dois filhos do casal em um carro. O corpo do homem, que trabalhava como vaqueiro, foi encontrado em estrada próxima a Alcobaça.

A polícia faz buscas pelos suspeitos. Segundo o relato da mulher que sobreviveu, o principal suspeito teria cometido o crime por causa de dívidas trabalhistas. Ele seria o dono da fazenda onde o vaqueiro era funcionário e não teria pago os serviços prestados pelo vaqueiro.

De acordo com a polícia, a primeira vítima do atentado foi o vaqueiro que, após ter sido atingido por golpes de faca, foi morto a tiros pelo suspeito. Em seguida, a mulher dele foi esfaqueada e, ao se fingir de morta, foi colocada junto com o corpo do marido dentro do carro do suspeito. Além do casal, estavam na casa os filhos deles, de dois e três anos, que também foram levados no veículo.

A mulher relatou que, após se fingir de morta, já dentro do carro que levava o corpo do vaqueiro e os filhos, conseguiu pular do carro em movimento e se escondeu em um matagal. Em seguida, a vítima pediu socorro a moradores da região e foi encaminhada para uma unidade de saúde, que não foi divulgada pela polícia por questões de segurança.

 

 

 

 

Fonte: G1

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui