Advogado de Jean, do São Paulo, já defendeu famoso bilionário da NFL e amigo de Trump por abusos

O advogado Jack Goldberger, responsável por defender o goleiro Jean, do São Paulo, na acusação de agressão à esposa, é uma figura renomada nos Estados Unidos. Especializado em defesa criminal, ele tem experiência de mais de 30 anos no ramo.

Na última quinta-feira, Goldberger foi um dos responsáveis por tirar Jean da cadeia sem pagar fiança. De acordo com a assessoria do jogador, “todos os argumentos da defesa foram aceitos pelo juiz”.

O goleiro não poderá ter contato com a esposa e só poderá ver as filhas sob a supervisão de terceiros. O São Paulo irá rescindir o contrato após as férias do atleta.

Os dois casos mais famosos que Jack Goldberger representou foram os de Jeffrey Epstein, bilionário norte-americano e amigo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e de Robert Kraft, dono do New England Patriots, uma das franquias mais vitoriosas da NFL (liga de futebol americano).

Advogado Jack Goldberger representou goleiro Jean, do São Paulo — Foto: Reprodução
Advogado Jack Goldberger representou goleiro Jean, do São Paulo — Foto: Reprodução

O amigo de Trump

Epstein foi condenado em 2008 na Flórida, mesma região em que o goleiro Jean cometeu as agressões contra a esposa, por abuso sexual de uma menor de idade em 2005. Ele cumpriu 13 meses de prisão após um acordo com as autoridades.

Em 2019, mais uma acusação. E dessa vez, Jeffrey Epstein foi condenado por tráfico sexual de menores na Flórida e em Nova York, podendo pegar até 45 anos de prisão. Antes mesmo de o advogado Jack Goldberger fazer a defesa, no entanto, Epstein se suicidou na cela em que estava preso.

A relação de Epstein com Donald Trump começou muito antes de todos esses imbróglios. Segundo o político, em entrevista dada em 2002, eles se conheciam desde a década de 80. Após os envolvimentos do bilionário em crimes sexuais, Trump tentou afastar a imagem de amigo de Epstein.

Dono do New England Patriots

O outro cliente famoso e midiático que Jack Goldberger defendeu foi Robert Kraft, dono do New England Patriots, da NFL. O mandatário está entre os 100 homens mais ricos do mundo, com um patrimônio acumulado em cerca de 6,9 bilhões de dólares, de acordo com a revista Forbes.

Robert Kraft levanta troféu do Superbowl, da NFL — Foto: Reuters
Robert Kraft levanta troféu do Superbowl, da NFL — Foto: Reuters

Em fevereiro deste ano, o bilionário foi acusado por “solicitação de prostituição” em uma casa de massagem, na qual era proibida oferecer qualquer tipo de dinheiro em troca de relações sexuais. Ele foi filmado por uma câmera escondida do local e responde em liberdade.

Na primeira audiência, no dia 26 de março, ele não compareceu, e Jack Goldberger foi seu representante legal. Ele pediu para que ser julgado por um júri popular. As datas ainda não foram divulgadas.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui