ADAB intensifica fiscalização contra abate clandestino no extremo sul da Bahia 

ADAB intensifica fiscalização contra abate clandestino no extremo sul da Bahia. Foto: SecomBA

Para garantir a segurança alimentar dos baianos, a Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB) tem intensificado ações de fiscalização através de blitzen móveis e fixas por todo o estado, resultando em flagrantes situações de desrespeito às leis sanitárias que prezam pela inocuidade dos alimentos. No último final de semana, mais de 5 toneladas de carne foram apreendidas, em função do transporte inadequado, falta de documentação e temperatura dos produtos muito acima do padrão permitido.

No Extremos Sul baiano os fiscais apreenderam quase 2 toneladas de carne bovina em açougues e mercados “Produtos sem inspeção representam grande risco à saúde pública e cada vez mais a sociedade precisa estar vigilante”, frisa o diretor-geral da autarquia, Maurício Bacelar.

Durante os seis dias que a equipe esteve na região, foram visitados os municípios de Itabela, Guaratinga e Eunápolis. Na última localidade, uma surpresa deixou a equipe otimista. “Ficamos impactados com o que vimos, pois depois de muito rodar pela Bahia chegamos à uma cidade onde não registramos nenhuma ocorrência de carne de origem clandestina. É gratificante percebermos que nosso trabalho de fiscalização apresenta bons resultados”, diz o gerente da ADAB, Ednilton Brito.

Na região Sudoeste, a ADAB e a Polícia Militar realizaram ação conjunta em apoio à Vigilância Sanitária Municipal de Planalto, Encruzilhada e Itambé, após os municípios e a agência serem provocados pelo Ministério Público. “É grande a preocupação de órgãos sérios, comprometidos com o bem estar da população. As interdições foram realizadas pelas Vigilâncias Sanitárias e a agência colaborou com o suporte necessário no apoio tático para o cumprimeto da determinação do MP”, completa Maurício Bacelar.

Foram apreendidas 4 toneladas de carnes bovina, suína e caprina que, em seguida, foram encaminhadas à graxaria de Itapetinga para destruição.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui