ACE revoga pedido e decide acatar convenção coletiva e decreto municipal

ACE revoga pedido e decide acatar convenção coletiva e decreto municipal. Foto reprodução

Devido às projeções para a situação do Brasil no que diz respeito à pandemia, bem como o aumento diário de novos casos de contágio por Covid-19 (coronavírus), a Associação Comercial e Empresarial (ACE), por meio de nota, revogou o ofício enviado ao Sincomércio e decidiu manter a convenção coletiva que prevê a abertura do comércio para o próximo dia 01 de abril.

A retratação da entidade também foi motivada pelo Decreto Municipal n.º 406.2020, que declara situação de emergência de saúde pública e define normas restritiva para o funcionamento do comércio com vista ao enfrentamento da pandemia.

“A ACE, neste momento de inúmeras decisões e recomendações advindas por instâncias superiores, compreende que pensar e agir local, unindo esforços com as demais entidades e poder público em observância as decisões referente ao cumprimento da quarentena, seja a melhor alternativa a seguir, e que assim,  o comércio muito em breve possa vencer esse momento desafiador”, diz parte da nota.

Para a abertura do comércio na próxima quarta, 01/04, a ACE mantém a sugestão encaminhada de que os estabelecimentos utilizem medidas de higienização preconizadas pela Organização Mundial da Saúde, e o afastamento das atividades de trabalho dos empregados que façam parte do grupo de risco.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui